Precisa de uma resposta e não encontrou no nosso site?


QUERO FAZER UMA PERGUNTA

História

Em 1910, cerca de 50 indivíduos de uma espécie de mamíferos…

Em 1910, cerca de 50 indivíduos de uma espécie de mamíferos foram introduzidos numa determinada região.

O gráfico abaixo mostra quantos indivíduos dessa população foram registrados a cada ano, desde 1910 até 1950.

Esse gráfico mostra que:

  1. Desde 1910 até 1940, a taxa de natalidade superou a de mortalidade em todos os anos.
  2. A partir de 1938, a queda do número de indivíduos foi devida à emigração.
  3. No período de 1920 a 1930, o número de nascimentos mais o de imigrantes foi equivalente ao número de mortes mais o de emigrantes.
  4. No período de 1935 a 1940, o número de nascimentos mais o de imigrantes superou o número de mortes mais o de emigrantes.
  5. No período de 1910 a 1950, o número de nascimentos mais o de imigrantes superou o número de mortes mais o de emigrantes.



A passagem do modo de vida caçador-coletor para um modo de vida…

A passagem do modo de vida caçador-coletor para um modo de vida mais sedentário aconteceu há cerca de 12 mil anos e foi causada pela domesticação de animais e de plantas.

Com base nessa informação, é correto afirmar que:

  1. No início da domesticação, a espécie humana descobriu como induzir mutações nas plantas para obter sementes com características desejáveis.
  2. A produção de excedentes agrícolas permitiu a paulatina regressão do trabalho, ou seja, a diminuição das intervenções humanas no meio natural com fins produtivos.
  3. A grande concentração de plantas cultivadas em um único lugar aumentou a quantidade de alimentos, o que prejudicou o processo de sedentarização das populações.
  4. No processo de domesticação, sementes com características desejáveis pelos seres humanos foram escolhidas para serem plantadas, num processo de seleção artificial.
  5. A chamada Revolução Neolítica permitiu o desenvolvimento da agricultura e do pastoreio, garantindo a eliminação progressiva de relações sociais escravistas.



Considere as seguintes afirmações, elaboradas com base na leitura do texto…

Em A Origem das Espécies, num raciocínio que cabe em poucas linhas, mas expressa ideias de alcance gigantesco, Darwin produziu uma revolução que
alteraria para sempre os rumos da ciência. Ele mostrou que todas as espécies descendem de um ancestral comum, uma forma de vida simples e primitiva. Darwin demonstrou também que, pelo processo que batizou de
seleção natural, as espécies evoluem ao longo das eras, sofrendo mutações aleatórias que são transmitidas a seus descendentes. Essas mutações
podem determinar a permanência da espécie na Terra ou sua extinção – dependendo da capacidade de adaptação ao ambiente.

Gabriela Carelli,
http://veja.abril.com.br/110209/p_072.shtml.
Acessado em 15/06/2010.

Considere as seguintes afirmações, elaboradas com base na leitura do texto:

I. Os seres vivos tiveram origem a partir de um ancestral complexo.
II. As espécies se transformam ao longo do tempo.
III. A extinção de espécies é uma consequência da seleção natural.
IV. O ambiente não interfere na seleção das espécies.

Está correto apenas o que se afirma em

  1. I e II
  2. I e III
  3. II e III
  4. II e IV
  5. III e IV



Dentre as características do apartheid, que vigorou na África do Sul…

Em um de seus primeiros comentários sobre a Copa do Mundo de Futebol da África do Sul, o jornalista José Geraldo Couto escreveu:

As sucessivas contusões de craques, alguns já alijados da Copa, outros ameaçados de corte, não arrefeceram o entusiasmo dos sul-africanos. Todos parecem acreditar que o evento vai mudar radicalmente, e para
melhor, a cara do país. Tomara mesmo.

Quase vinte anos depois do final do apartheid, as fraturas sociais e
raciais são perfeitamente visíveis a olho nu. Folha de São Paulo, 08/06/2010.

Dentre as características do apartheid, que vigorou na África do Sul entre 1948 e 1994, destacou-se a:

  1. Prática de um racismo informal contra a população negra, sem a construção de um quadro legal segregacionista.
  2. Ditadura militar, que impedia a realização de eleições diretas e proibia a formação de partidos políticos.
  3. Concessão de direitos civis à população negra, porém com a interdição de seus direitos políticos.
  4. Incorporação da população negra às zonas habitadas por brancos, com o objetivo de facilitar seu controle social.
  5. Segregação institucionalizada da população negra, formalizada em um conjunto orgânico de leis.



É correto afirmar que, no documento acima, o autor critica:

Ao abordar, em 1542, o modo pelo qual os espanhóis conquistaram a América, o frei Bartolomé de Las Casas escreveu:

A causa pela qual os espanhóis destruíram tal infinidade de almas foi unicamente não terem outra finalidade última senão o ouro, para enriquecer em pouco tempo, subindo de um salto a posições que absolutamente não convinham a suas pessoas; enfim, não foi senão sua avareza que causou a perda desses povos indígenas, que por serem tão dóceis e tão benignos foram tão fáceis de subjugar; e quando os índios acreditaram encontrar algum acolhimento favorável entre esses
bárbaros, viram-se tratados pior que animais e como se fossem menos ainda que o excremento das ruas; e assim morreram, sem Fé nem Sacramentos, tantos milhões de pessoas.

Brevíssimo relato da destruição das Índias Ocidentais.
Porto Alegre: LP & M, 1984.

É correto afirmar que, no documento acima, o autor critica:

  1. A subversão social e religiosa provocada com o ouro conseguido pelos conquistadores.
  2. A presença dos missionários espanhóis na América.
  3. O fato de os índios, bárbaros que eram, terem morrido sem serem catequizados.
  4. A resistência armada dos indígenas à invasão espanhola.
  5. A falta de mão de obra para a exploração colonial espanhola.



Composta no século VIII, a fórmula contratual acima citada indica…

Dado que é inteiramente conhecido de todos que eu não tenho com que me sustentar nem com que me vestir, solicitei à vossa piedade – e a vossa vontade concedeu-me – poder entregar-me; o que fiz: pelo que, deste modo, devereis vós ajudar-me e auxiliar-me tanto quanto ao sustento como ao vestir, na medida em que eu puder servir-vos e merecer-vos. E enquanto eu viver vos deverei servir e respeitar como o pode fazer um homem livre, e em todo o tempo em que viver não terei poder para me subtrair ao vosso poder; mas, pelo contrário, deverei ficar todos os dias da minha vida sob
o vosso poder ou proteção. Em consequência destes fatos, ficou convencionado que, se um de nós quisesse subtrair-se a estas convenções, seria obrigado a pagar ao seu cocontratante uma dada quantia em soldos,
ficando em vigor a convenção. Pelo que pareceu bom que as partes fizessem redigir e confirmar dois diplomas do mesmo teor; o que fizeram.

Formulae Turonensis. Adaptado.

Composta no século VIII, a fórmula contratual acima citada indica o processo de construção, na França merovíngia, das relações:

  1. Escravistas.
  2. Feudais.
  3. Assalariadas.
  4. Absolutistas.
  5. Coloniais.



O mapa abaixo destaca a Turquia, em relação aos países europeus…

O mapa abaixo destaca a Turquia, em relação aos países europeus e asiáticos.

Desde a década de 1990, a Turquia é formalmente candidata a se tornar um país-membro da União Europeia (UE), mas tem encontrado dificuldades em
atingir seu objetivo, por diversas razões.

A respeito dessas dificuldades, considere as seguintes afirmações:

I. A Turquia é um país totalmente inserido no continente asiático, o que é impedimento para que seja membro da UE.
II. De acordo com a UE, apesar de existir uma história bastante semelhante entre países da Europa Ocidental e a Turquia, a grande distância física seria
um sério impedimento à sua entrada nessa comunidade.
III. Para a UE, mesmo estando a Turquia entre os países mais ocidentalizados do Oriente Médio, ainda não estaria preparada para atingir as metas econômicas e políticas necessárias à sua entrada nessa comunidade.
IV. A Turquia, sendo um país populoso e relativamente pobre, poderia representar um risco de imigração em massa, para a UE, fragilizando a economia dos atuais países-membros.

Está correto apenas o que se afirma em

  1. I e II.
  2. I, II e III.
  3. II e III.
  4. III e IV.
  5. I, III e IV.



A atividade extrativista desenvolvida na Amazônia…

A atividade extrativista desenvolvida na Amazônia, durante o período colonial, foi importante, porque:

  1. Garantiu a ocupação da região e aproveitou a mão-deobra indígena local.
  2. Reproduziu, na região, a estrutura da grande propriedade monocultora.
  3. Gerou riquezas e permitiu a abertura de estradas na região.
  4. Permitiu a integração do norte do Brasil ao contexto andino.
  5. Inviabilizou as aspirações holandesas de ocupação da floresta.



Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa…

Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro.

O acontecimento pode ser visto como:

  1. Incapacidade dos Braganças de resistirem à pressão da Espanha para impedir a anexação de Portugal.
  2. Ato desesperado do Príncipe Regente, pressionado pela rainha-mãe, Dona Maria I.
  3. Execução de um velho projeto de mudança do centro político do Império português, invocado em épocas de crise.
  4. Culminância de uma discussão popular sobre a neutralidade de Portugal com relação à guerra anglofrancesa.
  5. Exigência diplomática apresentada por Napoleão Bonaparte, então primeiro cônsul da França.



Os cosmógrafos e navegadores de Portugal e Espanha…

“Os cosmógrafos e navegadores de Portugal e Espanha procuram situar estas costas e ilhas da maneira mais conveniente aos seus propósitos. Os espanhóis situam-nas mais para o Oriente, de forma a parecer que pertencem ao Imperador (Carlos V); os portugueses, por sua vez, situam-nas mais para o Ocidente, pois deste modo entrariam em sua jurisdição.”
Carta de Robert Thorne, comerciante inglês,
ao rei Henrique VIII, em 1527.

O texto remete diretamente:

a) À competição entre os países europeus retardatários na corrida pelos descobrimentos.
b) Aos esforços dos cartógrafos para mapear com precisão as novas descobertas.
c) Ao duplo papel da marinha da Inglaterra, ao mesmo tempo mercantil e corsária.
d) Às disputas entre países europeus, decorrentes do Tratado de Tordesilhas.
e) À aliança das duas Coroas ibéricas na exploração marítima.



Proximas Perguntas